Chegando em Machu Picchu de trem!

01 de Março de 2014   |   América do Sul, Cusco, Machu Picchu, Peru

Machu Picchu de trem? Essa foi a primeira pergunta que me fiz quando resolvi ir para a cidade perdida de Machu Picchu. Li  e reli muitos Blog e ao final escolhi a opção mais fácil: Trem! Explico… Em nosso roteiro, ficamos 4 dias em Cusco. No quarto dia, fizemos o passeio para o Vale Sagrado dos Incas e de lá (da cidade de Ollantaytambo) abandonamos nosso grupo e partimos de trem para a cidade de Águas Calientes. A cidade de Águas Calientes é um povoado que fica aos pés de Machu Picchu – é lá que ficam os hotéis, restaurantes e de onde saem as vans para as ruínas. Em resumo, o trem para Águas Calientes sai de Cusco ou de Ollantaytambo (há mais horários desse local). Compramos as passagens de trem de Ollantaytambo para Águas Calientes (chamada também de estação Machu Picchu) ás 15:30 e a volta (no dia seguinte) de Águas Calientes para Cusco ás 17:30.

Estação de trem de Ollantaytambo

Machu Picchu de trem: Estação de trem de Ollantaytambo

Como comprar e qual trem para Machu Picchu pegar?

Existem duas empresas que fazem esta rota: a Peru Rail e a Inca Rail. A primeira é  a mais usada pelos turistas por haver inúmeros horários e por ser a única a sair da estação de Poroy (Estação de trem perto de Cusco que a 10 km ou a 24 min de táxi). Além desta estação, há saídas de Ollantaytambo (cidade que faz parte do passeio chamado Vale Sagrado dos Incas).

– O que fizemos: No dia do passeio ao Vale Sagrado dos Incas, combinamos com nosso guia e abandonamos a excursão em Ollantaytambo e pegamos o trem para Águas Calientes ás 15:30. Fizemos deste modo por causa do excelente horários disponível (de Cusco só havia horário ás 9 da manhã e não perderíamos o dia e também pela viagem ser mais rápida). Mas não esqueça de combinar tudo isso com o guia da excursão antes! Chegamos em Águas Calientes ás 17:30 com tempo para procurar nosso hotel, comprar a passagem das vans que saem de Águas Calientes para as ruínas de Machu Picchu e ainda jantar na cidade. No dia seguinte partimos cedinho para as ruínas, passamos o dia lá, e as 17:30 pegamos o trem para a estação de Poroy (chegamos por volta das 21h). Vá de táxi da estação de Poroy para Cusco – é mais seguro!

Machu Picchu de trem: Visto do interior do trem Vistadome da Peru Rail para Machu Picchu

Machu Picchu de trem: Visto do interior do trem Vistadome da Peru Rail para Machu Picchu

– Onde compramos as passagens? Compramos diretamente do site da Peru Rail. Compre com antecedência pois os horários costumam ser bem concorridos! Na hora de comprar, ferifique antes se seu cartão de crético é “Verified by Visa”  ou “Master Card Security Code” pois devido a inúmeras fraudes os sites de compra peruanos adotaram este sistema de compras. Como tenho conta no HSBC, não tive muito problema pois o banco/cartão suporta estes dispositivos. Mas verifique estas condições antes de comprar. Caso não consiga comprar, a Nátalie e o Fred do SundayCooks escreveram um post completinho explicando passo-a-passo o que deve ser feito :) Leve suas passagens impressas e passaporte em mãos!

– Tipos de passagens: Há basicamente 4 tipos de passagens/trens que fazem Águas Calientes (Machu Picchu). Fomos e voltamos de Vistadome pois nos pareceu ter um bom custo x benefício (confortável, ótimo atendimento e com janelas panorâmicas). Ainda há o Autovagon, Expedition e o Hiram Bingham (o trem de luxo e bem mais caro que os demais – se quiser ler mais sobre, acesse o Turomaquia da Patrícia. Ela fez e diz que vale cada centavo!).

Rotas de trem para Machu Picchu

Rotas de trem para Machu Picchu

Como é a viagem de trem?

É super tranquila porém demorada pois o trem é lento! Mas, apesar o tempo, a paisagem compensa :) O serviço de bordo foi bem completinho: na ida serviram mini sanduiches, frutas e bebidas e na volta haviam mini pizzas, nuts e snacks (nada em grande quantidade mas dá para enganar o estômago). Os funcionários sempre muito prestativos e amigáveis. Há banheiros em cada vagão e é permitido levar uma Bagagem de mão por passageiro – o restante é preciso “despachar”.

Cheguei em Águas Calientes, e agora?

Quando fomos, chegamos em Águas Calientes um dia antes de visitar as ruínas de Machu Picchu e fomos direto na estação de ônibus/vans para comprar nosso ticket (US$18,50 por pessoa ida e volta). É desse mesmo lugar que o transporte irá sair! Saímos as 6h da manhã pois iriamos conhecer Huayna Picchu também. A subida leva cerca de 20 minutos – é ingrime e cheia de curvas. Há vários ônibus/vans então não fique preocupado em ficar sem lugar.

Viu?! Bem facinho e prático! Além do trem ainda há trilhas onde é possível percorrer todo esse trajeto a pé – as chamadas Trilhas Incas. Mas acredito que o trem seja a mais rápida e confortável! Boa viagem :)

Mais posts sobre o Peru:

Facilite sua viagem:

Por
Clarissa
Compartilhe este post
Deixe um Comentário
28 Comentários
  1. Fanny - Trilha Inca e Salkantay   -   em 22 de Janeiro de 2015 00:21

    Leve um cantil ou até mesmo garrafa pet, pois é de extrema importância estar hidratado durante toda a viagem, seja na trilha Inca ou na Salkantay. Em alguns trechos há pequenos riachos onde você pode encher seu recipiente; portanto leve também um purificador de água (líquido ou em pastilhas – do tipo Hidrosteril). Isso não faz volume, não custa caro, não pesa e pode evitar uma diarréia!

    Durante a noite geralmente é frio, ainda mais na época das geadas, que é muito frio próximo aos nevados, registrando temperaturas abaixo de 0, sendo assim é importante ter um saco de dormir. Se você não quiser levá-lo (por causa do peso e volume), pode contratar com a sua agência ou operadora por que normalmente já costumam alugá-los, dá pra pechinchar pedindo para incluir no que você vai pagar. Eu levaria o meu, acho uma coisa meio pessoal – risos. Dificilmente você vai conseguir alugar um de “primeira mão”. Boa Viagem!!

  2. Alexandra   -   em 04 de Fevereiro de 2015 20:09

    Mto bom seu post. Irei em abril e agora estou conseguindo entender. Mas tenho uma dúvida: Fica mto corrido fazer Machu Picchu mais a trilha e descer para pegar o trem para Cusco a tarde? Obrigada

  3. Alexandra   -   em 04 de Fevereiro de 2015 20:26

    Entrei no site do Peru Rail e na volta de Águas Calientes para Cusco aparece trem + ônibus . Trem até Pachar pega ônibus para cusco. É isso mesmo?

    • Clarissa M. Comim   -   em 18 de Março de 2015 11:03

      Alexandra,
      Existe as duas opções..
      Mas tem horários somente com trens direto para Cusco!

  4. Andre   -   em 15 de Fevereiro de 2015 03:24

    Boa noite Clarissa. Primeiro obrigado por relatar tantas informações a respeito de Machu Picchu!
    Estou planejando minha viagem para a Machu Picchu em Março e como a maioria estou com algumas dúvidas e queria a sua opinião.

    Meu roteiro até agora está assim:

    – 9/3: Chegada em Cuzco as 16:00 e dia para “aclimatação”.
    – 10/3: Cuzco: Pretendo aproveitar para conhecer o Vale Sagrado (Pisac, Calca, Chincheros)
    – 11/3: Cuzco: Pretendo aproveitar para conhecer o Vale Sagrado (Maras, Moray, Urubamba) e dormir em Ollanta
    – 12/3: Ollantaytambo: Conhecer Ollanta e pegar o trem para Aguas Calientes as 13:27 ou 15:37
    – 13/3: Aguas Calientes: Conhecer Machu Picchu e voltar para Cuzco no trem das 16:43 ou 17:23
    – 14/3: Cuzco: Dia livre
    – 15/3: Cuzco: Dia livre
    – 16/3: Retorno a Lima as 12:55

    Queria a sua opinião com relação a:

    – Fico em Ollanta ou em Urubamba (pensei em pegar o passeio e alinhar com o guia para descer em Ollanta) ?
    – Qual o melhor horário para pegar os trems ?
    – Vc acha que está bem distribuido os passeios ou mudaria algo ?

    Parabéns pelo site e obrigado pela ajuda.

    • Clarissa M. Comim   -   em 18 de Março de 2015 10:57

      André,
      Eu não dormiria em Ollanta, iria direto para Águas Calientes no final do passeio em Maras, Moray, Urubamba e Ollanta. Acredito que Águas Calientes oferece mais coisas. Mas enfim, é minha opnião. Talvez prefiras ficar em Ollanta :)
      Acho que está OK os horários dos trens.
      Eu ficaria um dia a mais em Cusco antes de ir para Machu Picchu :)

  5. Lilian   -   em 29 de Abril de 2015 17:49

    Sei que comprando por lá é mais em conta, pq nao tema taxa.

    Vc sabe quanto custa o trem de ollanta para aguas calientes? E de poroy para aguas calientes?

  6. Ricardo   -   em 05 de Maio de 2015 17:19

    Ótimas dicas, vou no começo de junho para lá, porém tenho uma pequena dúvida se tu pudesse me ajudar ficaria grato, deixando o passeio em Ollantaytambo, da tempo suficiente para comprar a passagem para ir a aguas calientes? e outra coisa, comprando na hora tem sempre disponivel? fico com um certo receio de descer em Ollantaytambo e não conseguir ir a aguas calientes (aonde tenho reserva de hotel)…muito obrigado!!

    • Clarissa M. Comim   -   em 06 de Maio de 2015 09:57

      Ricardo,
      É melhor comprar com antecedência. Pode ser que tenha na hora, mas pode ser que não. É melhor garantir :)

  7. claudia missiatto   -   em 25 de Maio de 2015 15:21

    Ótimas dicas, gostaria de saber como vc contratou os guias, gostaria de dicas pois estou indo para cuzco em 09/6 e fico até o dia 14/06, gostaria de fechar com algum guia para conhecer vale sagrado, dormir uma noite em aguas calientes e depois macho picho com guia como faço para conseguir???

    • Clarissa M. Comim   -   em 29 de Maio de 2015 10:08

      Claudia,
      Nós não contratamos guia particular. Apenas os passeios guiados em grupo. Esses, nós contratamos direto na recepção do hotel :)

  8. Isabelle   -   em 06 de junho de 2015 14:20

    Boa tarde!!!
    Adorei o post!!!=D
    Única coisa que fiquei em dúvida é sobre a ida pra Ollantaytambo… não consegui achar nenhuma descrição sobre como eu poderia ir de Cusco pra lá sem ser através dos guias turísticos, li que tem ônibus, mas não consegui achar essa informação com valores e tal… Achei os ônibus saindo de Poroy caríssimos e com péssimos horários! Vi que voltando de Ollanta tem as vans e tal, pra ir eh o mesmo esquema então? É tranquilo?!?! Tem ideia de quanto sai pra cada passageiro?!?!
    Muito obrigada!!! E desculpa se te metralhei com perguntas!!!rs

    • Clarissa M. Comim   -   em 11 de junho de 2015 13:23

      Isabele,
      Também não conseguirei te ajudar.
      Dá uma olhada no Blog SundayCooks. Eles são féras Peru :)

  9. Simone Mota   -   em 19 de junho de 2015 13:00

    Olá Clarissa, adorei seu roteiro. Estou pensando em ir em novembro. Acha que dá pra ir com criança. Tenho um filho de 2 anos.

  10. Simone Mota   -   em 19 de junho de 2015 13:01

    Olá Clarissa, adorei seu roteiro. Estou pensando em ir em novembro. Acha que dá pra ir com criança. Tenho um filho de 2 anos. Queria aproveitar e incluir Lima acha possível?

    • Clarissa M. Comim   -   em 28 de junho de 2015 17:50

      Simone,
      A temporada de chuvas começa ao final de outubro/inicio de novembro. Fique atenta a isso. Dá para levar criança, sim. Não vejo problema. Mas, eu viajaei sem criança, seria interessante ver a opinião de quem viajou com criança :)

  11. Nathara   -   em 27 de junho de 2015 12:42

    Olá, adorei as dicas, só estou na dúvida referente ao dinheiro que devo usar, é melhor dólar?

    Obrigadoo

    • Clarissa M. Comim   -   em 28 de junho de 2015 17:29

      Nathara,
      Nós levamos dólares. Dá para levar reais e/ou dólares e trocar pela moeda local. Só estabelecimentos muito pequenos não aceitavam dólares. Nós levamos dólarese trocamos alguma quantia direto na cidade, pela moeda local, para gastar com pequenas coisas.

  12. Enrique   -   em 21 de outubro de 2015 13:11

    Como vocês que ja foram fizeram com o hotel. Pegaram um hotel em Machu Picchu? Não entendi essa logística ainda, e gostaria de programar os hotéis.

    • Clarissa M. Comim   -   em 21 de outubro de 2015 15:29

      Oi Enrique,
      Nós ficamos em Águas Calientes – Cidade que serve como base para subir a Machu Piccho. Na montanha tem um resort, mas era muito caro.

  13. Marcio   -   em 30 de outubro de 2015 20:14

    Oi Clarissa,
    Também comprei passagens de trem de Ollantayatambo para águas calientes as 15:37, visitadome. Andei lendo que os passeios em grupos pro vale sagrado chegam lá por volta das 15hs e às vezes até depois. Se for desse jeito, posso perder o trem ou não ter tempo de conhecer Ollantayatambo . na sua viagem, o seu grupo chegou que horas em Ollantayatambo ? Deu tempo de conhecer? Você teria o nome da empresa que te levou até lá? Precço? Obrigado.

    • Clarissa M. Comim   -   em 02 de novembro de 2015 10:57

      Marcio,
      Nós chegamos perto das 14:30. Conhecemos um pouco do lugar e fomos para a estação de trem. Não lembro ao certo o nome da empresa. Mas já avise no começo do passeio que você tem um trem as 15:37. Outra opção é fazer um tour privado – assim não haverá atrasos ;/

  14. Marcio   -   em 04 de novembro de 2015 02:06

    Obrigado pela dica Clarissa.

  15. Bruno Siqueira   -   em 12 de Janeiro de 2016 14:08

    Olá Clarissa. Seu post me ajudou muito. Vou para Machu Picchu em março de 2016, mas percebi que nesse período a Peru Rail não fará o trecho de trem a partir de Poroy, mas sim de Pachar e que eu precisarei me virar sozinho para chegar até lá vindo de Cusco. Por favor, você pode indicar a melhor forma para chegar de Cusco até a estação de Pachar? Obrigado.

    • Clarissa   -   em 12 de Janeiro de 2016 15:03

      Bruno,
      Procurei algumas informações e encontrei a seguinte resposta:
      “Entre janeiro e abril, a estação de Poroy está fechada devido a obras de manutenção entre Cusco e Valle Sagrado. A estação Ollantaytambo funciona normalmente. A Peru Rail está vendendo em conjunto a passagem de trem de Wanchak (a 5 minutos de Cusco) até a estação Pachar com 2h20 de duração, e o trem para continuar a viagem até Aguas Calientes por mais 2h10”
      Algumas empresas de tour tem vans que levam de Cusco até Águas Calientes. Esta também é uma opção.
      :)

  16. Bruno Siqueira   -   em 18 de Janeiro de 2016 14:07

    Obrigado Clarissa.

Deixe seu Comentário