14 Jul

Enxoval do bebê nos Estados Unidos: O que realmente valeu a pena comprar

Mais de um ano após fazer o enxoval do bebê nos Estados Unidos (mais especificamente em Miami), me sinto bem a vontade para escrever este post e analisar o que valeu a pena comprar. Quando estamos grávidas do primeiro filho, queremos comprar tudo e mais um pouco (por experiência própria rsrsr) e quase nunca pensamos no que realmente iremos precisar no primeiro ano do bebê. Antes do Augusto nascer, eu escrevi o post – Compras para o enxoval do bebê em Miami: O que e onde comprar  com todos os itens que compramos. Mas agora, vamos ao que interessa:

Esperando as bagagens no aeroporto :)

O que valeu a pena comprar:

  • Soothie: São chupetas para acalmar o bebê e evitar cólicas. Foram muito bons e não vendem no Brasil. Augusto usou até os três meses quando cessou as cólicas. Em algumas crises, o soothie o acalmava e ele até dormia!
  • Carrinho e bebê conforto: Apesar do volume, valeu muito a pena pois pagamos lá, menos da metade do preço que estava sendo ventido no Brasil (pelo menos o modelo que queríamos). O Augusto usa o carrinho até hoje (e o já levamos até para a África do Sul!). Optamos por qualidade e facilidade e não nos arrependemos! Eu sei que é um item de bastante volume mas a diferença do preço compensou :)
  • Tapete de atividades: É um item grande mas a diferença de preço compensa! Augusto usou até começar a engatinhar.. e ficava horas treinando as trocas de posições e se divertindo (o que me dava mais tempo para fazer outras coisas da casa).
  • Babá eletrônica: Esse item vale a pena comprar fora do país pois a diferença do preço compensa muito! Nem preciso dizer que usamos até hoje :)
  • Lixeira: É um item grande mas que vale a pena! É uma lixeira que empacota as fraldas em sacos plásticos sem deixar odores do ambiente! Cabe até 260 fraldas em uma lixeira sem causar mal cheiro no quarto. Compramos também refil para 1 ano de uso da lixeira (que durou 1 ano e três meses).
  • Roupas, calçados e afins: Comprei roupas para o Augusto para até 1 ano de idade! Vale muito a pena! Roupas boas, bonitas e de ótima qualidade. O preço e a qualidade compensam MUITO!
  • Babycook: É uma “maquina” de fazer papinhas. Ela cozinha os alimentos no vapor e após, você poderá triturá-los em pedaços de diferentes tamanhos para fazer as papinhas. Como não costumo cozinhar, pra mim foi uma mão na roda! Faço a quantidade certa de comida para o Augusto (e em 20 min). A diferença do preço é grande e é um item que caberá na mala :)
  • Mordedores e brinquedos: Alguns brinquedos valeram a pena – como a girafinha, os brinquedos da einstein, os mordedores (aquele em formato de milho alivia muito o desconforto dos dentinhos!)..
  • Bolsa de viagem: É aquela bolsa que você leva as coisinhas do bebê para lá e para cá. Comprei super barato e de uma qualidade muito boa. Tanto que ainda está super nova! Aqui no Brasil os preços são altos para as bolsas boas. As bolsas mais baratas não tem muita qualidade.

Seguro viagem america do norte 468x60

O que eu deveria ter comprado:

  • Balancinho automático: O preço estava muito bom mas optei por não comprar devido ao volume. Quando cheguei ao Brasil, o preço estava nas alturas. Acabei não comprando o automático e optando pelo manual. Augusto usou até os 8 meses.
  • Cadeirinha para carro: Também não compramos lá e deixamos para comprar no Brasil quando o Augusto tivesse idade. Que pena! Poderia ter economizado muitoooo comprado lá. Os preços praticados no Brasil são absurdamente caros!
  • Cama inflável: Não comprei lá e acabei comprando no Brasil por quase 3 x mais! Usamos bastante quando viajamos e sabemos que não há berço no local.
  • Mais roupas! Cada vez que vou comprar roupas para o Augusto no Brasil me dá uma dor no coração..
  • Carrinho do tipo guarda-chuva: Os modelos lá fora tem preços bons, qualidade, são leves e nós poderíamos ter trazido na bagagem. No Brasil, aqueles que gostamos, custam 4 x mais do que nos Estados Unidos ;/

Itens que comprei mas que não fizeram muita diferença: 

  • Itens como bicos, mamadeiras, chupetas e afins: A diferença de preços não é grande e os modelos e opções que haviam lá também eram vendidos no Brasil.
  • Pomadas para assaduras, cremes hidratantes ou de tratamento para os seios: Todos têm para vender no Brasil e os preços são muito parecidos.
  • Copos de transição, talheres, pratos: A mesma coisa – comprei porque já estava lá mas se for para priorizar, compre os itens que tiverem diferença de valor grande ou que não há no Brasil.

Se eu lembrar de mais alguma coisa, vou anotando tudo por aqui.

Se eu viajaria novamente para comprar itens para o próximo filho? Claro que sim.. Mas com mais calma e sabedoria.. :)

Leia mais sobre Miami:

Facilite sua viagem:

Categorias: América do Norte, Compras, Estados Unidos, Miami