07 Aug

Onde comer em Fernando de Noronha | Minhas escolhas

Quando programamos a viagem para Fernando de Noronha, uma coisa que me deixava bastante preocupada era a alimentação. Muitos amigos falavam que não haviam muitas opções. Li e pesquisei em muitos lugares sobre onde comer em Fernando de Noronha. Testei boa parte deles e elegi meus preferidos. É bom lembrar que cada um possui referencias e gostos próprios – talvez o que seja bom pra mim, pode não ser bom para você, então considere este post como uma sugestão de lugares onde você possa ir em Fernando de Noronha. Os que fomos e não curti muito, não listei :)

Corveta Cozinha Contemporânia

Nossa primeira escolha ao chegar na ilha. É um restaurante novo, localizado na Vila dos Remédios. Pequeno (com eu gosto!), fomos prontamente atendidos e nossas escolhas não demoraram para chegar. A comida é saborosa, a base de frutos do mar e serve muito bem! O cardápio é bem variado e tem boas opções até para quem não curte frutos do mar. O ambiente é acolhedor, fresco (o que é importante no verão!) e tem uma ótima infraestrutura. Dá até para escolher uma das mesas da varanda e passar bons momentos. Achei o preço bem justo! Fomos de risoto de camarão e risoto de cogumelos :)

Mergulhão Gastronomia Brasileira

Um dos restaurantes mais clássicos de Fernando de Noronha fica na Praia do Porto. Se você quer comer com vista, esse é o lugar! A comida é muito gostosa e as sobremesas deliciosas! Além do mais, a vista deixa qualquer refeição muito boa! O lugar possui uma ótima infraestrutura, atedimento justo e rápido e um cardápio bem variado. O preço é um pouco salgado mas vale pela experiência gastronômica e por desfrutar do local. Fomos de cevite, file de peixe branco com camarões e atum com massa. De sobremesa fomos de sorvete com frutas tropicais.

Restaurante Maravilha

Pra mim, a comida mais soborasa da ilha (mas também a mais cara). Come-se bem mas paga-se bem também. O local é maravilhoso com vista para a Praia do Suleste. O cardápio é bem variado e não demora a ser servido. A apresentação dos pratos chama a atenção – temperos, frutos do mar e muito sabor! O restaurante fica no interior da Pousada Maravilha e é interessante fazer reserva antes. Fomos de camarão crocante, cevite, tartar e como prato principal, atum celado e camarões flambados.

Restaurante Varanda

Um restaurante com ótimo custo benefício. Boa infraestrutura e ótimo cardápio. É interessante reservar ou chegar cedo pois o lugar costuma ficar cheio durante a noite. Optamos por ficar na varanda e recebemos repelentes dos garçons para nos protegermos dos mosquitos :) As porções são bem generosas e servem até três pessoas tranquilamente. Foi aqui que comi o melhor petit gateau da vida! Fomos de camarão à provençal picante, tartalete de camarão e manga e camarão ao creme de abóbora. O cardápio completo pode ser conferido clicando aqui.

Se você foi em algum restaurante que jugou ser bom, deixe sua sugestão da caixa de comentários que será muito bem-vinda! :)

Mais sobre Fernando de Noronha:

Facilite sua viagem:

Categorias: Brasil, Fernando de Noronha, Pernambuco
28 Apr

Fernando de Noronha: seis dias no paraíso (ou nossa primeira viagem sem o bebê)

Fernando de Noronha foi o destino da nossa primeira viagem sem o Augusto – apenas eu e o Omar. Quando o pimpolho completou dez meses, achamos que já era hora de termos um tempo somente para nós e retomarmos os laços como casal (só quem passou pelas turbulências do primeiro filho irá entender rsrsrs). A ideia da viagem foi minha. Não vou dizer que foi fácil deixar o pimpolho, mas acredito que foi importante para todos. Antes de começar a planejar a viajar, me certifiquei que minha mãe e sogra poderiam vir ao nosso apartamento para cuidar do Augusto. Não queria deixá-lo na casa de ninguém. Queria que ele ficasse na casa dele e com pessoas que já estava acostumado. E deu certo! ele aproveitou para brincar com as avós, as avós adoraram o tempo que passaram com o neto e eu e o Omar nos divertimos na viagem :)

Baía dos Porcos

Enfim, tínhamos poucos dias antes de retomar ao trabalho para viajar (fomos nos primeiros dias de fevereiro). Partimos numa terça-feira as 6h da matina de Florianópolis e chegamos em Fernando de Noronha as 13h. Pagamos as devidas taxas no aeroporto (é obrigatório ao chegar na ilha) e fomos direto a Pousada Ilha do Frade, onde ficamos. Que aliás, adoramos e recomendamos (R$440 a diária)! Nesse primeiro dia, aproveitamos para comer algo com calma (escolhemos o Restaurante Corveta), pagar a taxa da carteirinha ambiental (sim, além da taxa de entrada na ilha – por dia, há também uma taxa para adquirir uma carteirinha ambiental para poder entrar em algumas praias e fazer algumas trilhas localizadas na parte da ilha onde há proteção ambiental. Ao todo, para seis dias, pagamos R$1000 o casal, somente de taxas ambientais. Depois de comer algo e com todas as taxas pagas, aproveitamos para acompanhar a soltura das tartarugas, pelo Projeto Tamar, na Praia do Bode – e ainda curtir aquele pôr do sol!

Almoço no Restaurante Corveta

No nosso segundo dia na ilha, fizemos um passeio chamado Ilha Tour. Ele dura o dia todo, com poucas pessoas, e percorre as principais praias (além de conhecer as histórias locais). Fomos a Praia do Sancho (considerada a mais bonita do mundo), a Baía dos Porcos (através do observatório), Baía do Sueste (onde fizemos snorkeling com peixes, tubarões e tartarugas), Praia do Leão (através do observatório), Praia do Porto de Santo Antônio (onde saem as embarcações – bom local para snorkeling também), Praia da Cacimba do Padre (onde é o acesso a Baía dos Porcos e ao Morro Dois Irmãos) e por fim, assistimos o pôr do sol da Vila do Boldró (e foi lindo!).

Pôr do Sol no Boldró

Terceiro dia, fizemos uma grande besteira! Agendamos dois passeios de barco para o mesmo dia! Ou seja, passamos mal de tanto enjoo ;/ O Passeio da manhã era ao redor da ilha (com direito a golfinhos e tudo mais!) com uma parada na Praia do Sancho para mergulho. Foi maravilhoso! Mas acabei passando mal pois não tomei o remédio de enjoo que costumo tomar quando faço esses tipos de passeios. O passeio da tarde era o mergulho com o uso de uma pranchinha amarrada em um banco. Ao final, houve churrasco e um pôr do sol em alto mar. Muito legal também, mas muito tempo dentro do barco) Nesse dia, almoçamos no Restaurante Mergulhão com uma vista linda para a Praia do Porto de Santo Antônio! Se quiserem fazer estes passeios, agendem para dias diferentes :)

Parte da Praia do Sancho

Quarto dia, como tínhamos o dia todo livre, alugamos um buggy e voltamos as praias que mais gostamos! Fomos a Baia dos Porcos, Cacimba do Padre e Baía do Sueste. Almoçamos no restaurante da Pousada Maravilha, um dos melhores restaurantes da ilha! Esse foi um dia em que realmente descansamos e ficamos de bobeira nas praias.. sem hora para sair, sem compromisso! Por mais que os passeios comprados sejam divertidos, nada como não ter horário para cumprir..

Snorkeling na Baía do Sueste

Quinto dia, pela manhã tínhamos agendado uma trilha – Trilha dos Abreus. A trilha é relativamente curta e fácil (somente o último trecho onde é necessário descer até a praia com a ajuda de uma corda) e ao fim, você faz snorkeling em piscinas naturais. Essa trilha precisa ser agendada pois há um limite de pessoas por dia pois as piscinas naturais são protegidas. Vimos peixes de diferentes cores e tamanhos! Todas as trilhas podem ser agendadas (com antecedência) na sede do Projeto Tamar. Queríamos ter feito a Trilha do Atalaia mas não haviam mais vagas ;/

Vista do Restaurante Mergulhão para a Praia do Porto

A tarde fomos fazer mergulho subaquático! O Omar já é licenciado e foi muito mais fácil para ele. Mas para mim, esse foi meu primeiro, e fiquei um tanto apreensiva! Mas deu tudo certo e adorei a experiência! O mergulho foi a 12 metros de profundidade guiada por um instrutor experiente! A empresa que contratamos para o mergulho foi a Atlantis :) Para finalizar, jantamos no Restaurante Varandas e adoramos! Consideramos um dos melhores de Fernando de Noronha!

Pôr do sol em alto mar

Sexto e último dia percorremos algumas trilhas livres e almoçamos no restaurante da Pousada Zé Maria e partimos para o Aeroporto. Nosso vôo saiu as 15h e chegamos em Florianópolis a meia noite. Chegamos em casa morrendo de saudade do nosso pimpolho!

Mergulho de batismo

Se valeu a pena? Sim! Apesar de todos os dias fazer FaceTime com o pimpolho e pensar nele quase o tempo todo, conseguimos curtir a ilha sem aquela preocupação com as necessidades do filhote. Nos curtimos, namoramos, conversamos.. Foi uma viagem necessária para firmar os laços do relacionamento. Necessário após tantas turbulências pós bebê! Ficamos tranquilos quanto ao Augusto pois sabíamos que ele estava em casa com as suas duas avós e muito bem cuidado! Renovamos a energia e voltamos prontos para mais um ano de trabalho e parceria!

Custo x beneficio? Achamos Fernando de Noronha um destino bonito mas caro. Pode ser devido as proteções ambientais e tudo mais (que achamos corretíssimo!) mas se for analisar tudo o que a ilha oferece e os preços praticados, o destino torna-se caro. É lindo, águas transparentes, dias maravilhosos, paisagens que dão vontade de ficar aí para sempre.. ou seja, todos os clichês possíveis, mas preparem os bolsos.. Como não há muitas opções, não tínhamos muitas escolhas. Todos os mantimentos vem do continente por navios e isso já vem embutido no preço dos itens, principalmente itens do mercadinho, como a água. Restaurantes bons também acabam sendo caros.  Mas enfim, nos já fomos sabendo que seria um destino caro. Acho que o mais importante é estar consciente disso e aproveitar as belezas naturais da ilha :)

Mais sobre Fernando de Noronha:

Facilite sua viagem:

Categorias: Brasil, Fernando de Noronha, Pernambuco
15 Dec

Fernando de Noronha | Ilha Tour: Por que fazer o passeio mais popular da ilha?

Devo admitir que eu e meu esposo não temos perfil para passeios, tours ou excursões, mas nos surpreendemos com esse passeio tão popular por Fernando de Noronha. Venha saber o por quê?

Fernando de Noronha - Pernambuco

Praia Cacimba do Padre e o Morro Dois Irmãos

Com quem fazer:

Fechamos nosso passeio com a Costa Blue, agência de turismo que conta com excelentes guias, são pontuais e muito organizados. Para maiores informações acesse o site Blue Noronha ou o perfil da empresa no facebook.

Quando fazer:

O ideal é fazer o passeio no seu 1° dia pelo arquipélago de Fernando de Noronha, pois assim você tem uma visão geral da ilha e pode se programar melhor para explorar outras regiões.

Por que fazer:

Comodidade no deslocamento em veículo “off road”, com traslado de ida e volta do seu hotel ou pousada;

– Guias especializados e altamente treinados para o turismo na região;

– Panorama geral das principais praias, piscinas naturais e belos mirantes do arquipélago;

– Paradas para banho de mar e mergulho livre;

– Parada para almoço;

– Parada para apreciar o pôr-do-sol.

Visão Geral da Praia da Cacimba do Padre

Visão Geral da Praia da Cacimba do Padre

Fernando de Noronha - Pernambuco

Mergulho livre na baía do sancho

Mirante morro dois irmãos

Mirante morro dois irmãos

Roteiro:

– Praia da Cacimba do Padre,

– Mirante da Baía dos Porcos,

– Mergulho livre (snorkel) na Baía dos Porcos,

– Mirante do Morro Dois Irmãos,

– Mirante da Praia do Sancho,

– Mergulho na Praia do Sancho,

– Praia do Boldró, Praia do Leão e Museu do Tubarão,

– Praia do Sueste: Mergulho livre (snorkel) com tartarugas,

– Pôr-do-sol no Forte do Boldró.

Custo:

O Ilha Tour é um passeio com 8 hs de duração com um custo de R$ 100,00/pessoa. Fique atento aos pacotes promocionais que a agência oferece.

O que levar:

– Boné,

– Óculos de Sol,

– Protetor Solar,

– Máquina Fotográfica,

– Roupa de banho,

– Repelente,

– Kit de Mergulho (É possível alugar lá),

– Água e alimentos leves.

Praia do Sueste e as Tartarugas Marinhas

Praia do Sueste e as Tartarugas Marinhas

Recomendações:

– Leve dinheiro em espécie para alugar seu equipamento de mergulho livre. Antes do início de todo o passeio o guia para em um local para que o visitante alugue, pois esse item não está incluso no valor do passeio. Atualmente, exige-se o uso de colete para entrada nas piscinas naturais como medida de conservação. Respeite e faça sua parte contribuindo para a preservação dos corais;

OBS: Aluguel Colete: R$ 10,00/diária Aluguel Máscara + Pé de Pato: R$ 30,00/diária, sendo esses valores referentes à Agosto/2014.

– Passeio tem muita caminhada, por isso vá com disposição, sapatos e roupas confortáveis;

– Prepare-se para se aventurar na descida para a Praia do Sancho, por escadas entre rochas bem estreitas;

– Esse passeio fica restrito a visitantes com crianças pequenas em decorrência do difícil acesso a algumas praias como a do Sancho e Baía dos Porcos;

Considerações finais:

O passeio não só superou nossas expectativas, como também, nos fez ter uma visão de que é possível fazer um tour com qualidade. Talvez a razão por tantos pontos positivos tenha sido realizar esse passeio no nosso primeiro dia no arquipélago de uma forma cômoda, tranquila, com lindas paisagens, praias e as boas surpresas que encontramos em cada mergulho nas águas cristalinas de Fernando de Noronha. A diversidade marinha é impressionante! Você pode fazer mergulho todos os dias na ilha, em diferentes locais e mesmo assim se surpreender com espécies totalmente diferentes!

Outro ponto favorável foi o tempo de permanência em cada ponto para visitação, no qual foi possível apreciar cada paisagem, tirar fotos e aproveitar bem cada mergulho, sem correria e sem pressa

Mais sobre Fernando de Noronha:

Facilite sua viagem:

Categorias: América do Sul, Brasil, Fernando de Noronha, Pernambuco
Página 1 de 212