18 May

Machu Picchu: como foi a visita e como chegar até lá

O ponto alto da nossa viagem ao Peru foi (com certeza!) a visita a Machu Picchu. Apesar de toda a destruição que o império espanhol trouxe a cultura Inca, Machu Picchu conseguiu permanecer bem conservada devido a densa mata selvagem que a cerca até hoje. A cidade perdida dos Incas foi descoberta pelo americano Hiram Bingham e após, foi quase totalmente saqueada. A maioria das peças estão expostas em universidades e museus americanas. Uma pena! Seria interessante se estas peças retornassem ao local de origem para enriquecer a história das ruínas. Apesar de ter sido declarada uma das “Novas Sete Maravilhas do Mundo” em 2007, Machu Picchu está na lista da Unesco como um dos patrimônios da humanidade ameaçados. então corra para visitá-la! :P

Machu Picchu

Machu Picchu

 

Como chegar até lá? 

Saímos um dia antes de Cusco e passamos a noite em Águas Calientes no Hotel Adelas. Águas Calientes e a cidade que serve como base para quem quer visitar Machu Picchu. Ao chegar, fomos até a estação de vans, que fica bem próximo a via férrea e ao rio e compramos os tickets ida e volta para Machu Pichu (18 dólares). Escolhemos a primeira saída (ás 6h) porque iríamos visitar Huayna Picchu no grupo 1 (das 7h as 8h).

Bom, no dia seguinte, chegamos para pegar a van as 6h. Não há lugares marcados e as vans saem a cada 10/15 min. Para chegar a Machu Picchu leva em torno de 15min – é uma subida íngreme e lenta pois o caminho é estreito! As vans são bem confortáveis e há lugar para todo o mundo! Não se preocupe :) As vans te deixam na entrada do parque Machu Picchu.

E como foi a nossa visita?

Chegando lá, é preciso apresentar o ticket de entrada e o passaporte! Leve água (muita água!) e comida pois a lanchonete fica na entrada (fora do parque) e cada vez que precisar ir ao banheiro ou comprar algo, você terá que voltar. A primeira coisa que fizemos, foi visitar Huayna Picchu. Huayna Picchu é aquela montanha mais alta e fina que fica ao fundo das fotos que você está acostumado a ver de Machu Micchu. A visita durou 2h. Vou contar com detalhes como foi essa experiência em um outro post mas já adianto que a vista é linda mas o percurso de arrepiar!

Machu Picchu e Huayna Picchu ao fundo

Machu Picchu e Huayna Picchu ao fundo

Depois que visitamos Huayna Picchu, fizemos nossa visita a Machu Picchu. Não contratamos um guia e nos arrependemos. Fomos apenas com nosso guia impresso e com algumas dias. Em alguns momentos ficamos perdidos mas em outros o guia foi bastante útil! Mas como estávamos acostumados com guias nas outras visitas, sentimos que faltou conhecer um pouco mais da história e da cultura do local. Coisas que só um guia local poderia fornener e tornar a visita mais cultural. Há vários na entrada do parque – você pode contratá-lo alí mesmo (certifique-se que ele seja um guia oficial pela credencial) ou antes, diretamente numa agencia de turismo.

As ruínas de Machu Picchu

As ruínas de Machu Picchu

Não vou ficar falando da história do local porque isso você pode pesquisar em qualquer site. Eu gostaria de “tentar” mostrar para vocês sobre como foi visitar Machu Picchu. Percebi durante as caminhadas que tudo o que já tínhamos visto nos outros sítios incas, se encaixavam perfeitamente na história de Machu Picchu: arquitetura, hidráulica e sistemas de irrigação, astronomia, tradições.. E digo: deixe Machu Picchu para o final! Acredito que se você visitar antes, os outros sítios perdem um pouco “da graça”. Se você deixar Machu Picchu para o final, é como se toda a história do império inca fosse se construindo durante dos dias! eu recomendo :)


Seguro viagem america do sul 468x60

A visita foi fantástica e cheia de energia. Ficamos até as 16h e visitamos cada cantinho, cada ruína, cada trilha! Em cada lugar que íamos, histórias eram contadas. Num lugar tão alto e ainda com tanta mata selvagem, pensar que alí viveram por anos uma civilização tão avançada para os tempos.. foi fantástico! É difícil relatar como me senti. Por um momento sentei e fiquei admirando por longos minutos toda aquela grandeza! Explore todo o parque, há trilhas muito interessantes para fazer. Claro, são cansativas e íngremes, mas faça! Há muito história escondida por cada uma delas e todas ficam dentro do parque. Por isso demoramos para visitar tudo! Algumas sugestões que valem a visita:

– Caminho do sol ou Intipunku: uma trilha de 2h (ida e volta) a um dos pontos mais altos de Machu Picchu. A tilha é estreita e cansativa mas a recompensa vale o esforço! É lá que você vai ter uma vista completa do parque. Também é a entrada dos viajantes que fazer as famosas Trilhas Incas (que ficam dias caminhando para chegar a Machu Picchu utilizando os mesmos caminhos dos incas). Há lugares para descansar.

Vista da chegada da Trilha Caminho do Sol

Vista da chegada da Trilha Caminho do Sol

– Montanha Machu Picchu: Aproximadamente 3h (ida e volta) ao ponto mais alto da cidade Inca (3.ooo metros de altitude). O caminho é íngreme, estrito e cansativo! Quase sempre está caindo uma chuviha fina, deixando o caminho mais escorregadio. É necessário pagar um taxa para fazer a trilha. No topo, há uma bandeira arco-iria, simbolizando o povo inca.

-Ponte Inca: uma das menores trilhas, leva-se aproximadamente 1h (ida e volta). Não é paho mas é necessário se identificar na entrada para fazer o caminho. É ótimo para ter uma noção de como os incas eram inteligentes e conseguiram aproveitar ao máximo o local. É possível ver de perto os terraços agrícolas e a hidrelétrica lá em baixo. Ao fim, chega-se a um paredão enorme com uma ponte estreita. Coisas inexplicáveis dos incas!

Ponte Inca

Ponte Inca

– Huayna Picchu: Demoramos 2h (ida e volta) para fazer. É vendido somente 400 tickets por dia, divididos em dois grupos. O ticket é comprado junto com a entrada de Machu Picchu. Para mim, a trilha mais radical e mais cansativa de todo o parque! Mas isso é assunto para um novo post! :)

Huayna Picchu

Huayna Picchu

Antes de fazer as trilhas, lembre-se que todas envolvem um certo risco pois são estreitas, altas e com pedras! Se não quiser fazer as trilhas, visite as ruínas que são fantásticas! Enfim, um dos pontos altos da nossa viagem ao Peru. Voltaria um milhão de vezes. Pode parecer clichê falar que tudo foi lindo, mágico e maravilhoso mas foi isso que achei! E são as únicas palavras que tenho para descrever toda a energia que tem nesse lugar. Não deixa de visitar! e fica pertinho do nosso país! :) Ao fim, saímos do porque por volta das 16h e fomos direto a estação de trem pois tínhamos horário já marcado! Só passamos no hotel para pegar a bagagem. O tem chegou em Cusco ás 21h :)

Leia mais sobre o Peru

Facilite sua viagem:

Categorias: América do Sul, Machu Picchu, Peru
27 Mar

Comprando os ingressos para Machu Picchu: A saga!

Antes de viajar sempre tentamos comprar os tickets dos passeios/trens/transportes/atrações antes de partir. Quando fomos para o Peru, não foi diferente! Dois meses antes da viagem, fomos atrás dos tickets para entrada em Machu Picchu. Nós já sabíamos que os ingressos para Machu Picchu são limitados e que para Huayna Picchu (montanha irmão de Macchu Picchu – aquela alta que fica no fundo das fotos :)) são ainda mais limitados!

Como comprar ingressos para Machu Picchu

Primeiro, tentamos comprar pelo pelo site oficial através das dicas do SundayCooks. Mas não conseguimos finalizar porque só aceitavam um cartão Verified by Visa (um sistema de proteção para compras internacionais usando um cartão de crédito Visa). Tentamos de tudo, de tudo mesmo! E não conseguíamos comprar. Já estávamos ficando nervosos e ansiosos! Tínhamos a opção de deixar para comprar os ingressos quando chegássemos no Peru diretamente em uma agência de turismo mas tínhamos medo de não haver mais entradas para os dias que havíamos planejado (há duas maneiras de comprar os tickets: pelas agências de turismo e pela internet).

O que eu aconselho

Vá direto ao site oficial de tickets de Machu Picchu e tente comprar por lá – os preços são menores porque não há taxas envolvidas. Para comprar é fácil mas precisa de atenção em alguns passos (o site é em espanhol). Primeiro, escolha o tipo de ingresso que você deseja comprar: Machu Picchu (apenas a entrada do parque principal), Machu Picchu + Museu, Machu Picchu + Huayna Picchu grupo 1 (7:00 – 8:00 a.m), Machu Picchu + Huayna Picchu grupo 2 (10:00 – 11:00 a.m) e Machu Picchu + Montanha (7 a.m – 11a.m – montanha que fica ao lado contrário a Huayna Picchu e que possui o mesmo nome do parque) e a data da visita (isso fica na página principal no canto superior esquerdo!). Uma tela irá abrir com as opções de compra e os valores. Selecione novamente o tipo de ingresso e a quantidade. Terminando de selecionar, aperte o botão “Passo 2” para então preencher seus dados pessoais (os ingressos são nominais!).

Comprando ingressos para Machu Picchu - site oficial! http://www.machupicchu.gob.pe/

Comprando ingressos para Machu Picchu – site oficial! http://www.machupicchu.gob.pe/

Preenchendo seus dados pessoais, clique em “Passo 3”. O passo seguinte é confirmar os dados e gerar a reserva. Uma nova tela irá abrir e aparecerá o número da sua reserva e outros detalhes como o preço e algumas informações extras ao final. Antes de fechar a tela, anote o número da sua reserva!  Quase lá! Agora, você precisará pegar seus ingressos. No alto da página, clique em “Pagos” e coloque o número da sua reserva para realizar o pagamento (não esqueça de clicar em “pagar”).  Em seguida aparecerá uma tela com a descrição dos valores cobrados (os encargos estão em torno de 4,05%). Clique em “Enviar”. Você será redirecionado ao site da Visa para colocar os dados do seu cartão de crédito. É neste momento que o processamento do Verified by Visa pode dar problema.

E foi aqui que nós emperramos! Caso você consiga comprar/passar seu cartão Verified by Visa, depois da confirmação do pagamento, é preciso clicar aba “Check-In” e colocar o código de reserva para imprimir seu ingresso :)

O que fizemos

(Alguns leitores relataram que compraram por este site e não receberam seus ingressos, por isso, tenham cautela! Nós compramos em 2013 e deu tudo certo, por isso indicamos aqui, Mas se puder comprar pelo site oficial, melhor!!!)

Depois de tanta busca e tentativas de compra, encontramos um site autorizado (Tickets Machu Picchu) a comercializar os ingressos para os sítios arqueológicos da terra dos Incas. Claro que é aplicado um valor adicional de serviço pela facilidade de adquirir as entradas. São aceitos cartões MasterCard, Visa, American Express e, também, pagamentos via Paypal.  No próprio site pode-se consultar a disponibilidade on-line e os valores correntes. O conteúdo é escrito em 3 idiomas: Espanhol, Inglês e Português. Pegamos o Combo Machu Picchu + Huayna Picchu no grupo 1 (7 a.m. – a outra opção seria o grupo 2 as 10 a.m.). É importante lembrar que o número de visitantes por grupo se limita a 200 pessoas. Segundo informações, este ingresso é um dos que se esgota mais rápido frequentemente devido ao grande interesse de centenas de turistas para subir a montanha e pela quantidade limitada de espaço que estão à venda.

Comprando ingressos para Machu Picchu - Site não oficial!

Comprando ingressos para Machu Picchu – Site não oficial!

Para comprar é simples: Na página principal do Tickets Machu Picchu (no canto superior direito você pode escolher o idioma) já aparece uma tela com os preços e os tipos de ingressos disponíveis. Logo abaixo, clique em “Comprar seus ingressos”. Na página seguinte você escolherá quantas pessoas irão comprar o ticket (nós compramos para duas). Clique em “próximo” toda vez que acabar de preencher os itens solicitados. Um nova tela irá abrir para colocar as informações dos compradores (nome, passaporte, contato…). Após, você escolherá o tipo de ingresso e o dia que deseja comprar. Enviando esses dados, uma nova página irá abrir com o resumo da reserva. Confirme todos os dados antes de continuar! Último passo e preencher os dados do seu cartão de crédito :) Após a autorização da compra, você receberá um e-mail informando todos os dados de compra e um login e uma senha. Para imprimir os tickets, vá novamente ao site e clique em “seguimento de compra”. Lá você terá acesso ao seu ticket!

Pagamos um taxa comprando por esse site mas como não estávamos conseguindo comprar pelo site oficial e já estávamos em cima da data da viagem, optamos por esse processo. Imprimimos os tickets e apresentamos junto com o passaporte na entrada de Machu Picchu. Deu tudo certo! Meu medo é que o site fosse falso mas conversei com alguns leitores que já haviam comprado por esse sistema e, realmente é tudo confiável :) Por isso eu indico a vocês caso não consigam comprar pelo site oficial :)

Nós compramos o ingresso para fazer Machu Picchu + Huayna Picchu grupo 1 (7:00 – 8:00 a.m) e pagamos 82 dólares ou 152 soles pelo site não oficial. No site oficial estava 150 soles.

PS: Alguns leitores estão relatando dificuldades na impressão dos ingressos! Antes de comprar, leia os comentários abaixo!

Leia mais sobre o Peru

Facilite sua viagem:

Categorias: América do Sul, Machu Picchu, Peru
09 Mar

Roteiro | 7 dias no Peru

Fizemos nossa viagem ao Peru em Setembro/2013 pois naquele mês conseguimos ter 7 dias de férias , então precisávamos de um roteiro onde conseguiríamos ficar 7 dias no Peru e visitar Cusco, Vale Sagrado e Machu Picchu! Depois de muito pesquisar em Guias e Blogs, optamos por ficar 4 diárias em Cusco (para conhecer a cidade e o Vale Sagrado), 1 diária em Águas Calientes (para conhecer Machu Picchu) e duas diárias em Cusco. Então, ficou assim:

Roreiro de 7 dias no Peru

Dia 1: Chegamos em Cusco por volta das 14h e fomos direto para ao Loreto Boutique Hotel. Este hotel fica praticamente na Plaza de Armas o que o torna muito bem localizado! Bom preço e conforto justo também são qualidades do local. Lá, descansamos por cerca de duas horas para nos aclimatar devido a altitude. Em seguida fomos conhecer alguns pontos de Cusco a pé, tudo bem tranquilo para não ficarmos enjoados e com dores de cabeça (tudo por conta da altitude!). Quer uma dica? aproveite este primeiro dia para aclimatar e não perder os outros dias de passeios devido ao Mal de Altitude que provoca tonturas, enjoos e dores de cabeça! Também neste dia compramos os passeios (excursões) no próprio hotel para os dias seguintes. Também aproveitamos comprar comprar o Boleto Turístico que garante a entrada em várias atrações e sítios arqueológicos (130 soles por pessoa).

Plaza de Armas - Cusco

Plaza de Armas – Cusco

Dia 2: Pela manhã ficamos livres para conhecer mais um pouco de Cusco e a tarde fomos fazer o City Tour em Cusco. Ele dura aproximadamente 4 e 5 horas e visitamos a Catedral Metropolitana, Qorikancha (Templo do Sol), Sacsayhuaman, Q’enqo, Tambomachay e Pukapukara. Pagamos 30 soles por pessoa sem a entrada a Catedral (mais 25 soles) e a entrada do Qorikancha (10 soles) – preços pagos na entrada dos lugares. Todo o tour contou com um guia em espanhol (se preferirem tem um guia que fala inglês – ainda não há guias em português). A visita a Catedral e ao Qorikancha foi feita a pé – até porque ficam no centro da cidade e super fáceis de serem visitados sem o City Tour) e os outros foram feitos com um micro ônibus. Nessa dia almoçamos dois mistos quentes (8 soles cada) no La Bondiet, cafeteria super charmosa! A noite fomos visitar o Paddy’s Irish Pub considerado o mais alto do mundo!

Dia 3: Fizemos o passeio chamado Vale Sagrado Sul – 50 soles por pessoas. Saímos bem cedinho (o passeio foi das 8 as 13h, aproximadamente) e incluia a visita a Tipón, Andahuaylillas e Pikillakta. Tipón é composto por dezenas de terraços agrícolas; Andahuaylillas é um pequeno povoado colonizado pelos espanhóis onde foi construída uma pequena igreja coberta de ornamentos de outro e prata (5 soles para entrar!) e Pikillakta é um sítio arqueológico deixado pela cultura Wari, que é tida como uma das precursoras dos incas. Após o passeio, almoçamos no Wairo Cucina Fusion (preço muito bom e comida típica cusqueña!). A noite fomos conhecer outro Pub – Norton’s Tavern!

Sacsayhuaman - City Tour em Cusco

Sacsayhuaman – City Tour em Cusco

Dia 4: Fizemos o passeio no Vale Sagrado dos Incas com a visita a Pisaq, Ollantaytambo e Chinchero. Neste passeio combinamos com o nosso guia que abandonaríamos a excursão em Ollantaytambo e partiríamos por trem para Águas Calientes (cidade base para quem visita Machu Picchu). A estação de Ollantaytambo tem mais horários de trem e a viagem fica mais rápida! Pegamos o trem das 15:30h. O passeio ao Vale Sagrado dos Incas dura o dia todo e o almoço está incluso no preço do passeio (65 soles por pessoa). Chegamos em Águas Calientes por volta das 17:30 e fomos direto para o Adelas Hostal (hotel bom, barato e bem localizado!). Depois fomos comprar os tickets de van/ônibus (US$18,50 por pessoa ida e volta) para subir a Machu Picchu no dia seguinte (leia o post “Chegando em Machu Picchu de trem“para saber mais).

Seguro viagem america do sul 468x60

Dia 5: Machu Picchu! Saímos bem cedinho (por volta das 6h da manhã) e ficamos até as 15h por lá. Decidimos sair cedo pois fizemos Machu Picchu junto com Huayna Picchu (é a visita aquela montanha mais alta ao lado de Machu Picchu). A visita de ambas foi fantástica (o ticket é comprado pela internet e custou 152 soles por pessoa para visita dos dois)! Partimos de Águas Calientes ás 17h e chamos em Cusco (Estação de Poroy) por volta de 21h (vá de táxi até o centro de Cusco – a viagem demora cerca de 20 min). Chegando em Cusco, fomos diretamente para o Hostal Inti Wasi Plaza de Armas pois estávamos super cansados!!!

Machu Picchu e Huayna Picchu ao fundo

Machu Picchu e Huayna Picchu ao fundo

Dia 6: Acordamos tarde, tomamos café no quarto e deixamos o dia livre para terminar a visita a Cusco. Almoçamos no Calle del Medio Restaurante que fica na Plaza de Armas e serve pratos ótimos e baseados na Culinária Cusqueña! A noute jantamos em uma pizzaria super tradicional da cidade: Chez Moggy (não se assuste pois o lugar é bem simples mas a pizza é deliciosa!)

Dia 7: Partimos para o Brasil :) Ida e volta pela TAM – LAN

Há muito mais sítios incas e outras cidades que podem ser conhecidas se você optar por ficar mais tempo no Peru, Pode até combinar uma visita a Lima! Mas como só tínhamos 7 dias, fomos adaptando :) Então, gostaram do roteiro?! Podem dar pitacos e ficar a vontade para questionar! :)

Leia mais sobre o Peru

Facilite sua viagem:

Categorias: América do Sul, Cusco, Machu Picchu, Peru, Roteiro, Valle Sagrado
Página 1 de 212