09 Jul

Minha Viagem | A Rita ficou 8 dias em Maceió e conta como foi

Retomando a série minha viagem, nada melhor do que o relato da nossa leitora Rita para retratar um pouco da experiência que ela teve em Maceió, como ela mesma diz “Ai que saudade do céu, do sal, do sol de Maceió…”

Obrigada Rita pela participação e esperamos vê-la em breve contando novas histórias para a gente!!

………………………………

Nome: Rita

Profissão: Supervisora Administrativa

Roteiro: Maceió – AL

Quanto tempo: 8 dias

Com quem: Marido

Maragogi

Maragogi

Estação do Ano: Verão

Hotéis: Marinas Praia Hotel

Passeios e Atrações: Nesses 8 dias conhecemos as praias urbanas de Maceió (Jatiúca, Pajuçara e Ponta Verde) e nos passeios, pudemos conhecer a Praia do Francês, Praia do Gunga, Maragogi, São Miguel dos Milagres e Paripueira.

Sobre Maceió:

A orla é linda, tem ótima infraestrutura. As praias são de águas mornas, num tom de azul incrível, mas percebemos o mesmo problemas de outros centros urbanos a beira-mar: o esgoto. Em alguns pontos da orla o cheiro era bem ruim. Então, muitos locais não são considerados próprios para banho. Na orla existem inúmeras barracas e quiosques, com comidas pra todos os gostos e bolsos. Há também uma ciclovia e um projeto interessante, o “Pedala Maceió”. Eles tem 4 pontos em toda orla e vc pode alugar bicicletas e devolver em qualquer um desses pontos. Fizemos o passeio a dois e com amigos que conhecemos lá, foi muito divertido.

8 dias em Maceió

Os passeios:

– Praia do Francês: é muito bonita, mas muito cheia. Nós particularmente, gostamos de praias menos movimentadas. O restaurante, que era nosso ponto de apoio, não dava conta de atender tantas pessoas. E ainda há muitos ambulantes, sempre oferecendo de tudo. Valeu a pena pra conhecer a famosa praia do Francês, mas existem outras melhores por lá.

– Praia do Gunga: Muito bonita, mas acho que tem mais fama do que qualidade. É um lugar lindo, mas que é muito explorado, a estrutura não acompanha a demanda de pessoas. Nada vale o preço que é cobrado e os banheiros são bem precários. Acho que poderia ser melhor cuidada. As águas são calmas e o lugar em si vale ótimas fotos. O ponto alto, na minha opinião, é o passeio até as falésias. Imperdível! E, uma dica: alguns guias indicam esse passeio de buggy (pois ganham comissão sobre eles) e não falam que também há a possibilidade de alugar quadriciclos. O preço é o mesmo e o diferencial é que você pode ir dirigindo, ao contrário do buggy. Então, informe-se lá sobre qual prefere.

Praia do Gunga

– Maragogi: Sem comentários! É um dos melhores passeios. A praia é divina, o ponto de apoio (Pontal do Maragogi) tem ótima estrutura. Lá, embarcamos no catamaran até as piscinas naturais, a uns 5 km da costa, com água na cintura. Mas isso depende da maré, (olhe os horários de maré baixa antes de fazer o passeio). Ficamos lá por umas 2 hs e a maré já tinha subido bem. Há a opção de fazer o mergulho, mas já havíamos feito anteriormente então dessa vez ficamos curtindo as piscinas. No local existem pessoas registrando fotos subaquáticas e você pode contratá-los e comprar o CD depois.

– São Miguel dos Milagres: Pense numa praia paradisíaca. Ficamos no ponto de apoio Recanto dos Milagres, bem estruturado (pequeno, mas nos atendeu mto bem) e que só recebe grupos pequenos. Nesse dia, na praia havia só o nosso grupo. Estávamos meu marido e eu, encantados com a beleza do lugar. Pra onde olhássemos só se via coqueiros, o céu e o mar azul, do jeito que nós gostamos! Como não está entre os passeios mais famosos de Maceió, esse é um lugar ainda intocado e preservado. O mar é calmo, com águas mornas e tb há o passeio pras piscinas naturais, muito menos agitado que Maragogi. Ficamos encantados e pretendemos voltar! Foi o lugar que mais gostamos nessa viagem, uma grata surpresa.

– Paripueira: O ponto de apoio (Mar & Cia) é ótimo, bem estruturado. Nos disseram que lá tem lindas piscinas naturais, mas não fizemos esse passeio. Ficamos apenas no ponto de apoio. Era nosso último dia e ficamos apenas relaxando no mar e aproveitando a estrutura do ponto de apoio.

8 dias em Maceió

8 dias em Maceió

Maragogi

8 dias em Maceió

Passeio de buggy para as falésias

Restaurantes, Bares e Cafés: Perto do hotel onde estávamos, descobrimos um restaurante bem bacana, com preço super acessível e ótima comida: o Sá Menina, com muita variedade e ótimo atendimento. Também próximo do hotel, havia o Parmegianos, mais famoso entre os turistas, por ter preço acessível e boa comida. Outros ótimos restaurantes são o Bodega do Sertão e o Imperador dos Camarões. O primeiro fica próximo a orla de Ponta Verde e é todo diferenciado na decoração (na fachada também) lembrando o ambiente do sertão mesmo e possui pratos típicos nordestinos. Os funcionários ficam trajados de “Lampiões” e “Marias Bonitas”, muito bacana. E o segundo, possui o famoso prato “Chiclete de Camarão”, que é tudo de bom! Rsrs Vale a pena conhecer.

Compras: A região é extremamente rica em artesanato, de todo tipo. Os presentes e lembrancinhas podem ser comprados no Bairro das Rendeiras (um lugar onde as mulheres fazem, da sala de suas casas, lojas para vender o que produzem – e tem coisas ótimas!) e também no tradicional Pavilhão do Artesanato, na orla de Pajuçara. Os dois lugares tem produtos de qualidade a preços bem atrativos, coisas que aqui no Sul, pagamos bem mais caro.

O que mais gostou: Adoramos a cidade de Maceió, a orla bem estruturada, linda! Mas entre as praias, São Miguel dos Milagres é nossa eleita, com louvor!

Falésias

Falésias

8 dias em Maceió

Falésias

Não vale a pena: Ficar apenas “curtindo o hotel” e a praia próxima. Algumas pessoas não fazem passeios, não conhecem a região e pra mim, é perder a viagem. Maceió tem praias lindíssimas próximas, a 20, 30 km de Maceió. Vale a pena alugar um carro e sair explorando ao máximo as belezas da região (que não são poucas!)

O que mudaria: Nada! Nossa viagem foi perfeita! Conhecemos 2 casais incríveis, nos abrimos a amizades e isso tornou a viagem ainda melhor. Cada lugar valeu a pena conhecer, claro que alguns tem mais pontos negativos, mas mesmo assim, valeu por ter conhecido.

8 dias em Maceió

Ponta Verde e Pajuçara

Outras dicas: Conheça tudo o que puder, faça os passeios para as praias próximas, alugue bicicletas e ande pela orla, naquela paisagem linda, sentindo a brisa do mar… Conheça os pratos típicos, os costumes, tudo de melhor que Maceió oferece e aí sim, você vai poder dizer que conheceu Maceió! Aproveite ao máximo!

………………………

Quer participar do quatro Minha Viagem? Clicando aqui você terá todas as informações :)

Categorias: Alagoas, América do Sul, Brasil, Maceió, Minha viagem