05 Jun

Zurique – Suíça

 

Foi em 1315 que Zurique uniu-se à Confederação Helvética, que iria mais tarde formar o que hoje conhecemos como Suíça. Zurique conserva todas as características de uma pequena e agradável cidade, com prédios históricos e catedrais de torres pontiagudas dominando a silhueta da cidade.

Ao percorrer suas ruas, descobre-se que por trás deste lado pitoresco existe uma cidade moderna em todos os aspectos, que conta com uma excelente rede de transportes coletivos e decorada por um cenário privilegiado, onde destacam-se as água tranqüilas do Zurichsee e, ao longe, os Alpes. Zurique é acima de tudo uma cidade interessante. Construída às margens do lago Zürichsee, cortada pelo rio Limmat e cercada por montanhas, passear por este cenário é uma delícia para os sentidos.

 



Com uma população de apenas 350.000 habitantes, Zurique atrai turistas de todo o mundo graças aos seus excelentes hotéis, restaurantes e também como ponto de partida para mil programas, com destaque para as montanhas, ou então náutica, a bordo de algum dos luxuosos iates que, estão sempre ancorados na marina da cidade.

A Bahnhof-Platz é a praça central dos tradicionais bondes azuis de Zurique.



Em frente à Bahnhof-Platz situa-se a estação de trens da cidade (Hauptbanhof), o ponto mais central de Zurique. A Catedral Grossmünster, a principal da cidade, situada num dos pontos mais nobres, e que vale uma visita.



A Rua Nieddorfstrasse, que fica logo adiante, é uma parte da cidade que estão muitos bares e restaurantes.

A avenida Bahnhof Strasse é o principal endereço comercial da cidade. Embora o centro de comércio situe-se na Bahnhof Strasse, há também muitas lojas vendendo chocolates e toda uma diversidade de artigos típicos ao longo das ruas Limmat-quai e nas pequenas ruelas perpendiculares a ela. O horário tradicional de funcionamento das lojas é entre 9 e 18:30, sendo que em alguns dias da semana elas ficam abertas até as 21 horas.

 

O prédio da Operhaus, a ópera de Zurique e o Rietberg Museum, em frente ao lago, com uma fantástica coleção de objetos de arte contando três mil anos de história da Índia, África e Japão, também são pontos interessantes para uma visita cultural.



Ao lado, um trecho da simpaticíssima Augustinergasse, ruela com aspecto medieval repleta de restaurantes e lojinhas ótimas. Depois de visitar o prédio da Operhaus seguimos a pé até o Seefeld Quai, o parque que margeia o lago. No ponto chamado de Zürichhorn, pode-se ter uma linda vista da cidade e das montanhas em volta.


Depois voltando em direção ao centro, atravessando a ponte do Quai-Brucke e siguindo até Burkli-Platz, é uma boa opção para um caminhada pela cidade.

Aqui existem vários barcos oferecendo roteiros turísticos pelo lago, um passeio muito bonito, mas infelizmente não tivemos tempo para fazer.

Passamos apenas um dia em Zurique, mas conseguimos visitar os principais pontos da cidade e poder vivenciar um pouco do dia-a-dia dos habitantes.

Categorias: Pontos Turísticos, Suíça, Zurique