O que você precisa saber antes de viajar para Fernando de Noronha

20 de agosto de 2014   |   América do Sul, Brasil, Fernando de Noronha, Pernambuco

Mito ou Verdade: Fernando de Noronha é realmente um destino caro? Quando o comparamos com outros destinos do Brasil, Fernando de Noronha é realmente um destino que exige um melhor planejamento e um orçamento mais folgado. Contudo, como todo e qualquer destino cabe a cada viajante estipular seu custo optando pelo tipo de hospedagem (luxuosas ou simples), conseguir promoções de passagens aéreas ou utilizar seu programa de milhagem; e, ainda definir o que deseja fazer no local. Todos esses aspectos interferem não só no planejamento, como também, no seu orçamento já o arquipélago oferece inúmeras opções de passeios a serem realizados. Difícil será deixar alguma atração de fora rsrs

O arquipélago de Fernando de Noronha é formado por vinte e uma ilhas, mas a ilha de Fernando de Noronha é a única habitada, as demais são desabitadas e formam a área do Parque Nacional Marinho, permitida sua entrada somente para visitação mediante autorização oficial do IBAMA.

Fernando de Noronha

Segue algumas dicas que me foram muito úteis antes de desembarcar nesse cantinho tão especial do nosso país.

 Como Chegar?

Todos os vôos para Fernando de Noronha partem de Natal ou Recife. A Azul e a Gol são as únicas companhias aéreas que fazem esse trajeto.

 Quando ir?

– Agosto, Setembro, Outubro e Novembro: boa visibilidade do mar, ideal para mergulho, chove pouco e é baixa estação. Por isso, os preços costumam ser mais convidativos e um pouco mais acessíveis.

– Agosto à Janeiro: Garantia de muito sol, já que a possibilidade de chuva é mínima.

– Dezembro à Fevereiro: amantes do surf.

 Quanto tempo ficar?

 – Mínimo de 4 dias: ideal para conhecer os principais atrativos da ilha.

– De 5 à 8 dias: ideal para desfrutar com calma da ilha, realizando os principais passeios, curtindo com calma as praias e até fazer um curso de mergulho.

 Como pagar a Taxa de Preservação Ambiental?

 A taxa é cobrada de acordo com os dias de permanência na Ilha. No entanto, se, por acaso, você sair antes do período programado e já tiver realizado o pagamento, terá direito à restituição da diferença antes de embarcar para o continente. O mesmo ocorre se resolver prolongar sua visita. Nesse caso, o valor referente aos dias a mais de permanência será cobrado no dia do embarque. O pagamento pode ser feito à vista, cheque e cartões de crédito. (FONTE: http://www.ilhadenoronha.com.br/).

O valor da taxa é em torno de R$ 48,20 (valor altera conforme a quantidade de dias) e deve ser pago no aeroporto no momento do desembarque ou pela internet (http://www.ilhadenoronha.com.br/). Caso tenha realizado o pagamento pela internet, lembrar de levar o comprovante do pagamento.

Atualmente, há uma outra taxa cobrada do Parque Nacional Marinho de R$ 75,00 por pessoa para 10 dias de permanência na ilha. Essa taxa tem um controle é rigoroso, caso não efetue o pagamento você não terá acesso a Praia do Sancho ou a nenhuma outra área do Parque, ou seja, você ficará limitado há somente 30% da ilha.

Fernando de Noronha

 Como se locomover na ilha?

A ilha de Fernando de Noronha é pequena, mas andar a pé não é a melhor alternativa para conhecer a ilha inteira, pois muitas praias não são de fácil acesso, além de exigir um mínimo de condicionamento físico. São várias as opções de empresas que alugam Buggue (R$ 120,00 – R$ 200,00/diária), moto (R$ 50,00 – R$ 80,00/diária) ou bicicleta (R$ 20,00/diária), podendo sempre conseguir uma melhor margem de negociação conforme a quantidade de diárias.

OBSERVAÇÃO:

* A apresentação da sua habilitação é indispensável, tanto para o aluguel do veículo como para circular com o veículo na ilha.

Existem 2 ônibus que circulam de hora em hora. O custo da passagem é de R$ 3,00. Infelizmente, o ponto de ônibus não tem acesso para algumas praias (Praia do Sancho, Cacimba do Padre e Baía dos Porcos), exigindo uma boa caminhada. Ainda tem outra alternativa, os taxis, mas o custo é excessivamente alto.

 O que levar?

– Roupas e calçados leves,

– Tênis para caminhada,

– Chinelo com sola de borraça,

– Kit de Mergulho (snorkel, colete, pé de pato e máscara). O aluguel sai por R$ 25,00/dia. O que vale a pena é só alugar o colete (custo de R$ 5,00)

– Boné, protetor solar e óculos escuros,

– Repelente,

– Roupa de Banho,

– Remédios,

– Itens de Higiene pessoal,

– Máquina Fotográfica. Na ilha tem inúmeros locais para aluguel de câmera subaquática. Custo varia de R$ 50,00 – R$ 60,00/diária.

 DICAS IMPORTANTES:

– Energia é 220v;

– Fuso Horário de Fernando de Noronha é 1 hora a mais que no continente, somente no horário de verão que permanece o mesmo;

– Principais passeios:  ilhatur e passeio de barco, principalmente para quem vai ficar pouco tempo na ilha. Várias empresas oferecem esses passeios, vale a pena pesquisar.

– Economize Água e Energia Elétrica;

– Jogue Lixo somente no lixo;

– Procure ser cauteloso na ilha, já que o hospital é precário;

– Programe-se, tudo o acesso de agências e passeios são controlados pelo ICMBio;

– Esqueça fazer check in em qualquer ponto turístico que você estiver, pois sinal de 3G e wi fi é nulo na ilha. Aproveite esse tempo somente para você!

– Proibido arrancar plantas, levar pedras e mexer com os animais da ilha, podendo acarretar multa;

– Procure levar dinheiro em espécie, mesmo que muitos estabelecimentos aceitam cartão de crédito é bom garantir caso haja falha no sinal (muito comum);

– Preço da gasolina R$ 5,20/L;

– Preço da cerveja R$ 5,00/lata, R$ 9,00/long neck e R$ 18,00/garrafa;

– Preço da água R$ 5,00/330 mL e R$ 4,50/1,5L;

Mais sobre Fernando de Noronha:

– Fernando de Noronha: Ilha Tour, Por que fazer o passeio mais popular da ilha?

– Um roteiro imperdível por Fenando de Noronha

Por
Mariane Barbosa
Compartilhe este post
Deixe um Comentário
Deixe seu Comentário